Movimento LGBT debocha mais uma vez da fé católica


O palco da mais nova agressão dos militantes gayzistas à fé dos católicos é a cidade de Maringá, no estado do Paraná. Os divulgadores da Parada Gay do município decidiram confeccionar um cartaz para comunicar o acontecimento e, para isto, usaram a Catedral Metropolitana de Maringá como pano de fundo. Na imagem divulgada pelos organizadores do evento, um grande feixe de luz “bombardeia” a torre da igreja, enquanto do outro lado é visto aquele arco-íris que se encontra estampado também na bandeira do movimento homossexual.

É óbvio que a propaganda é dotada de uma intencionalidade. E esta consiste justamente em uma provocação à fé cristã, à doutrina que não vê com bons olhos a prática homossexual e a realização de eventos como este, da Parada Gay. Como no ano passado, durante a passeata homossexual em São Paulo, vilipendiaram a religião católica, fazendo troça dos Santos e da moral ensinada pela Igreja, este ano, da mesma forma, os mesmos “defensores do respeito e da diversidade” aparecem para destilar a intolerância que lhes é típica. Mais do que eliminar o que eles chamam de “homofobia”, a luta do movimento gay passa, hoje, por uma tentativa de ridicularização do Cristianismo e não raras vezes de atentado ao próprio direito que têm os religiosos de expressarem a sua opinião sobre a prática homossexual. Quando um religioso – como, por exemplo, o pastor Silas Malafaia – aparece em rede nacional e apresenta sua indignação diante das atitudes intolerantes patrocinadas pelo movimento LGBT, eles “chiam” e até pedem proteção ao Ministério Público. Quando, porém, os mesmos gayzistas, com a intenção de provocar, abusam e debocham de símbolos religiosos, somos reduzidos a um estranho silêncio…

Mas não é só isto.

O decano do movimento homossexual brasileiro e defensor da pedofilia, Luiz Mott, fez, na última Semana Santa, uma interpretação nada decente da Última Ceia. “Segundo os evangelhos, ‘João, o discípulo que Jesus amava, estava recostado sobre o peito do mestre durante a ceia.’ Que cena tão bela e explícita de homossociabilidade entre o Mestre de 33 anos e seu amado discípulo de 18 (começaram a namorar aos 15). Muitas pinturas e esculturas mostram Joãozinho corpo a corpo com Jesus. Quinta-Feira Santa é também o dia da instituição do sacerdócio. E tem instituição e grupo social mais gay na história do que os sacerdotes católicos? Os católicos deviam comemorar hoje o ‘dia do orgulho gay católico’.”

É assim. Eles ridicularizam e rebaixam a nossa fé; interpretam de maneira indecorosa as Sagradas Escrituras, rindo da figura de Cristo, dos Sacramentos católicos, das festas de nossa fé. A nós, porém, resta calar-nos, posto que qualquer atitude que venha a ferir o orgulho dos homossexuais pode ser tiranamente considerada um “comportamento homofóbico”.

É hora de perguntarmos: de que lado mesmo estão os intolerantes? Afinal, quem são os verdadeiros criminosos – nós, que, colocando clara a distinção entre o pecado e o pecador, acolhemos com amor as pessoas com tendências homossexuais, pedindo que se convertam e vivam uma sexualidade responsável, ou eles, que, no intento de promover seus espetáculos vergonhosos, troçam da religião alheia e permanecem imunes às imposições da Lei?

Durmam com esse barulho.

* * *

Em tempo: a Arquidiocese de Maringá respondeu à propaganda veiculada pelo movimento LGBT. Dom Anuar Battisti até solicitou “a retirada do referido cartaz de todos os meios de comunicação”, mas, por fim, convenceu-se a deixar a propaganda circular na Internet, alegando que “nós não queremos ser uma Igreja preconceituosa”. O Fratres in Unum também comentou a fraca reação do arcebispo paranaense.

16 comentários sobre “Movimento LGBT debocha mais uma vez da fé católica

  1. Quanto mais nos irritarmos com as atitudes do gaynorantes, mais eles farão, porque o que els pretendem é holofotes, querem aparecer a qualquer custo. E, para isso, na melhor que ofender os cat´licos, quetêm uma posição firme contra anacronismo gaysista. Everth, quando eles perceberem que ninguém lhes dá atenção, eles vão parar com essas atituds imbecis e desrespeitosas. Atpe porque as autoridades são omisssas, quando não incentivam esse tipo de coisa.

  2. o desenho do cartaz é uma cópia descarada da capa do disco “Dark Side of the Moon” do grupo de rock psicodélico Pink Floyd, lançado nos anos 1970.
    A escolha da catedral para substituir o triângulo foi realmente infeliz.

  3. E realmente nao da nem para comentar sobre certos acontecimentos dos ultimos tempos,ainda bem que Jesus Cristo e os apostolos nos alertaram para que ficassemos atentos e vigilantes nestes tempos,e certo que muitos tentarao ridicularizar a nossa fe,nossa moral e nossadignidade …

  4. SEM ELES ENTRAM NA JUSTIÇA CONTRA OS CATOLICOS,,POR QUE NOS CATOLICOS RETRUCAMOS DA MESMA FORMA? POR ACASO NO TEMOS TODOS OS MESMOS DIREITOS ANTE A CONSTITUÇAÕ DA REPUBLICA? DO CONTRARIO NOS SOMOS BURROS COM O PERDÃO DE ELES…

    • Convido essa gente a fazer uma viagem de turismo. Visitem a cidade de Jerusalém, e no lugar de uma igreja coloquem a Mesquita de Al Aqsa. Garanto que eles ganharão um prêmio fenomenal.

      • Não podemos expressar nossa opinião contrária ao homossexualismo militante como este, mas podemos ser humilhados e debochados descaradamente dessa forma…
        É o Brasil democrático!!!

  5. sou de maringá, e não vi nada demais na imagem.
    entendo ela como uma alusão sobre que não devemos separar as pessoas nem fazer acepção delas, todas comos filhos de Deus, Deus não aprova o pecado, mas ama o pecador e é isso que devemos fazer, ama-los e respeita-los não significa concordar com o que eles fazem.
    Sou evangelica, respeito a ICAR, respeito a diversidade, mesmo sabendo que se não sairem dessa vida de pecado serão condenados, mas somente Deus poderá julga-los, nós não.
    a paz esteja com todos.

    • Caríssima Julianna

      toparias disponibilizar a imagem do seu templo associado a parada gay e todos os ingredientes que ela fomenta a nível de agressão, sobretudo aos Católicos ?

      Paz e Bem

    • Juliana quem disse que julgamos essas pessoas,o preconceito está mais na cabeça deles,vc diz que não viu nada demais,queria ver se fosse com vcs evangelicos,me desculpe mas vcs adoram ficar em cima do muro.

  6. Fico triste com o que acontece quando na busca de respeito, algumas pessoas se põe a corromper, modificar, transmutar e/ou deturpar a realidade! É notório que, quando isto acontece, interesses individuais estão sempre a frente do coletivo bem humano! O Cristo nunca deixou de Amar nenhum de nós e sempre repudiou o que não era certo! Usar de sua figura, imagens que o lembram, para paradigmar conceitos deste tipo são controversos e contraditórios! Amar é compreender o Ser, acolhê-Lo,…, mas sobre maneira mostrar o caminho do bem! Enquanto seres individuais, somos responsaveis por nossa pessoa apenas; enquanto seres sociais somos responsaveis pela sociedade que nos rodeia; enquanto CRISTÂOS somos responsaveis pela humanidade! Rezo na firme convicção de que o Cristo, centro de nossa Fé e nossa Vida, seja sempre o que unirá a humanidade!
    Louvado seja Deus! Paz e Bem!

  7. Foram dar uma mãozinha, agora eles querem o braço inteiro. Um gay, jamais será uma mulher,nunca terá cheiro de mulher e vc nunca verá numa praça de alimentação de um shopping, um casal hétero se amassando ao lado de uma mesa cheia de crianças degustando seus lanchinhos. Deram asas , agora as
    cobras querem voar ! Isso é a tão falada DEMOCRACIA ?

  8. Pingback: Igreja pichada no Paraná (com a aprovação de PC Siqueira!) « Ecclesia Una

  9. Muito bem colocado o comentário da Taty (“Um gay, jamais será uma mulher, nunca terá cheiro de mulher”). Não podemos aceitar tamanha aberração, que é o casamento de homem com homem e mulher com mulher. Quem aprovou tal escândalo, deveria explicar a biologia, a Biblia Sagrada, e principalmente o que determina a Lei maior, a Carta Magna, que afirma que o casamento é válido entre sexo opostos. Cabe indagar a quem aprovou tal aberração, se gostariam de dar o seu filho para casar com outro homem, ou a sua fila para casar com outra mulher ? Adão não casou com outro Adão, muito menos Eva, casou com outra Eva. Entre os animais, que nos ensinam o verdadeiro sentido da vida, fazem sexo somente quando a fêmea está no cio, perpetuando, assim, a continuação da especie. Entre eles não há libertinagem, imoralidade. Entendo que a Igreja vacilou, quando não exigiu das autoridades, uma Pesquisa de Opinião Pública, como se faz para escolher prefeitos governadores e presidente da república, a fim de ouvir a vontade do povo. Seguramente, a grande maioria da população, com todos os vícios que possam ter, jamais aprovariam tamanha aberração. Mas ainda está em tempo, basta que os polítimos, que durante a campanha assumiram compromisso com a família, com a ética, e com o respeito aos votos que receberam de seus eleitores, iniciem um movimento para que o povo seja ouvido, não através de passeatas frequentadas somente por aqueles que andam na contra-mão da vida. Eles brigam pela não discriminação, porém praticam atos libidinosos à luz do dia, fato que invade a privacidade daqueles que não aprovam tal exagero. Nesse passo, se a vontade do povo não for avaliada, seguramente, teremos reeditados resultados como os de Sodoma e Gomorra. O que não podemos aceitar é que passeatas e manifestações isoladas possam legislar, oprimindo a maioria das pessoas normais. Urge uma iniciativa de quem tem poderes, para uma Pesquisa de Opinião Pública, em torno do assunto. Respeito à individualidade é uma coisa, deboche, é outra coisa. A ofensa ora estampada, usando a Santa Ceia, como ilustração para galhofa, em cristalina discriminação aos católicos e demais denominações religiosas, não podemos tolerar, quando eles sempre lutaram contra a discriminação. Eles confundem o verdadeiro sentido de Cidadania. È lamentável, o que estamos assistindo. Onde estão os políticos que dirigiram os seus discursos de campanha à família ?

Os comentários estão desativados.