PAPA NO ANGELUS: NÃO PERMANEÇAM INDIFERENTES DIANTE DOS QUE BUSCAM A VERDADE, O AMOR E A VERDADEIRA VIDA


Praga, 27 set (RV) – Na alocução que antecedeu a oração mariana do Angelus deste domingo, que teve lugar pouco antes da bênção final da missa que presidiu em Brno, Bento XVI saudou os milhares de peregrinos provenientes dos países vizinhos. Muitos dos fiéis e peregrinos presentes haviam feito uma vigília de oração durante toda a noite à espera da missa desta manhã.
O papa confiou todos eles à Virgem Maria, a fim de que reforce nos fiéis uma fé por vezes atingida pelos ritmos da vida moderna.
Bento XVI fez um convite final a fim de que não permaneçam indiferentes diante daqueles que buscam a verdade, o amor e a vida verdadeira. Mostremos a eles – concluiu – o caminho rumo a Jesus, que “dá a vida em abundância”.
O Santo Padre encerrou a celebração concedendo a todos a sua bênção apostólica.
Concluída a celebração, o pontífice retornou de avião de Brno – capital da região tcheca da Moravia – para Praga, onde, na nunciatura apostólica, almoçou com a sua comitiva.
Os compromissos do Santo Padre, em seu segundo dia em terras tchecas, prosseguem esta tarde, com um encontro ecumênico no arcebispado de Praga. De fato, às 17h locais, Bento XVI se encontrará com expoentes do Conselho Ecumênico da República Tcheca.

O último compromisso deste domingo para Bento XVI está programado para as 18h locais: trata-se do encontro com o mundo acadêmico, que terá lugar no Castelo de Praga, com a participação de reitores das universidades da República Tcheca, de uma representação de docentes e de estudantes, além de expoentes das instituições culturais do Estado e da Igreja Católica.
Após o encontro, o pontífice se transferirá para a nunciatura apostólica, onde jantará de forma privada e pernoitará.
Para amanhã, segunda-feira, último dia da visita pastoral do papa à República Tcheca, o ponto alto será a celebração da santa missa na esplanada de Via de Melnik, na antiga cidade de Starà Boleslav, particularmente ligada ao culto a São Venceslau, que ali sofreu o martírio.

De fato amanhã, dia 28, é dia de festa para a nação tcheca, que, justamente, estará celebrando o seu padroeiro, São Venceslau. (RL)

Sobre essa visita pastoral do Santo Padre à República Tcheca, vamos ouvir o arcebispo de Fortaleza, Dom José Antônio Aparecido Tosi Marques. Entrevistado ao meio-dia deste domingo na Praça São Pedro pelo nosso colega Alberto Goroni, ele nos fala sobre o significado e a importância dessa 13ª viagem apostólica internacional de Bento XVI: