BENTO XVI CONCLUIRÁ LIVRO SOBRE JESUS NO PRÓXIMO ANO


Cidade do Vaticano, 30 set (RV) – O Papa Bento XVI comentou durante o encontro com os jornalistas que o acompanharam no vôo papal à República Tcheca que embora não esteja totalmente recuperado depois da leve fratura que sofreu no pulso direito, esteve trabalhando na segunda parte de seu livro sobre Jesus e que poderia terminá-lo na primavera européia, sou seja entre os meses de abril e junho de 2010.

Na encontro com os jornalistas o Santo Padre disse que depois da leve fratura que sofreu, agora “a mão direita está funcionando e posso fazer o essencial: posso comer e sobre tudo, posso escrever. Meu pensamento se desenvolve sobre tudo escrevendo; assim para mim foi verdadeiramente uma pena, uma escola de paciência não poder escrever por seis semanas”.

Entretanto, continuou Bento XVI, “pude trabalhar, ler, fazer outras coisas e fui avançando um pouco mais com o livro sobre Jesus”. “Mas tenho ainda muito por fazer. Penso que com a bibliografia e tudo o que segue, com a ajuda de Deus, poderei estar terminado na próxima primavera. Mas essa é uma esperança!

Ao ser perguntado logo sobre o impacto de sua última encíclica Caritas in veritate sobre o desenvolvimento humano integral, o Santo Padre disse: “estou muito contente por este grande debate. Era esta a idéia: incentivar e motivar um debate sobre esses problemas, não deixar avançar as coisas como estão, mas encontrar novos modelos para uma economia responsável, seja nos países de maneira individual, ou para a totalidade da humanidade”.

“Parece-me realmente visível – prosseguiu o papa – que a ética não é algo exterior à economia, que como técnica poderia funcionar por si mesma, mas sim é um princípio interior da economia, que não funciona se não tiverem em conta os valores humanos da solidariedade, as responsabilidades recíprocas e se não integrarem a ética na construção da economia mesma: é o grande desafio deste momento”. Finalmente Bento XVI manifestou sua confiança que com a encíclica tenha “contribuído a este desafio”. (SP)