ANO SACERDOTAL: REZAR PELA SAÚDE DOS PADRES


Cidade do Vaticano, 14 out (RV) – A Santa Sé pede aos enfermos do mundo que neste Ano Sacerdotal ofereçam suas orações e sacrifícios especialmente aos sacerdotes.

O convite está numa carta publicada no dia 1º de outubro pelo arcebispo polonês Zygmunt Zimowski, presidente do Pontifício Conselho da Pastoral para os Agentes de Saúde.

“Sinto-me próximo de cada um de vocês e convido todos os irmãos e irmãs enfermos a dirigir incessantemente suas orações e o oferecimento de seus sofrimentos em favor da santidade de seus amados sacerdotes, a fim de que desempenhem com entrega e caridade pastoral o ministério que Cristo, Médico do corpo e da alma, lhes confiou” – escreve o arcebispo polonês.

Dom Zygmunt ainda convida os que sofrem e os doentes a redescobrirem a beleza da oração do Santo Rosário para o benefício espiritual dos sacerdotes, em particular no mês de outubro. “Ao lado da pessoa doente, o padre simboliza o próprio Cristo, Médico Divino, que não é indiferente ao destino daquele que sofre”.

“Através dos sacramentos da Igreja administrados pelos sacerdotes, Jesus Cristo oferece ao doente a cura da reconciliação e o perdão dos pecados, por meio da unção com o óleo sagrado e da Eucaristia. Na pessoa do sacerdote, está presente junto ao enfermo o próprio Cristo, que perdoa, cura, consola, segura sua mão e diz: ‘Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo aquele que vive e crê e mim, não morrerá jamais’”.

A seguir, o arcebispo polonês pede orações especiais pelos sacerdotes enfermos e provados no corpo, pela beatificação e canonização do Servo de Deus João Paulo II, e pelas santas vocações sacerdotais e religiosas.

Enfim, Dom Zimowski sugere a prece composta por João Paulo II para esta ocasião, e recorda aos enfermos que, “ao orar pelos sacerdotes, é possível obter indulgências especiais este ano”. (CM)