PAPA ENVIA MENSAGEM A XVIII DIA MUNDIAL DOS DOENTES


CIDADE DO VATICANO, 3 DEZ (ANSA) – O papa Bento XVI afirmou que a Igreja Católica deve ser extremamente cuidadosa com os enfermos, ao enviar hoje uma mensagem para o XVIII Dia Mundial do Doente.

De acordo com o Pontífice, diante do “atual momento historio” , a Igreja precisa ser “atenta e minuciosa” na relação com as pessoas que possuem problemas de saúde.

Além disso, Bento XVI destacou que é função das instituições religiosas defender de “maneira eficaz” os valores necessários para “proteger a vida humana, da sua concepção ao seu fim natural”.

“Qualquer cristão é convidado a reviver, em contextos diversos e sempre novos, a parábola do Bom Samaritano”, propôs o Papa, explicando que a história tem o intuito de ilustrar a compaixão que as pessoas deveriam ter.

O Pontífice comentou ainda que o Evangelho “pede que se todos se inclinem sobre as feridas do corpo e do espírito dos nossos irmãos e irmãs”.

O Dia Mundial do Doente é celebrado em 11 de fevereiro e foi instituído pelo papa João Paulo II. (ANSA)