PAPA: CELEBRAR COM FERVOR E SIMPLICIDADE O NASCIMENTO DO SALVADOR


Cidade do Vaticano, 23 dez (RV) – Nesta quarta-feira, Bento XVI se reuniu com fiéis e peregrinos, na Sala Paulo VI, para a Audiência Geral.

Ao aproximarmo-nos do Natal, recordou o papa, a Igreja convida a nos dispor com fervor e simplicidade à celebração do Nascimento do Salvador.

A liturgia desta festa foi se aprimorando com o passar do tempo. A primeira pessoa que afirmou que Jesus nasceu em 25 de dezembro foi Hipólito de Roma, por volta do terceiro século.

Porém, a atmosfera particular que se respira nesta celebração natalina foi favorecida sobretudo por São Francisco de Assis, devido ao especial amor e devoção que este santo professava ao mistério da encarnação do Filho de Deus.

Tomás de Celano, o biógrafo de São Francisco, narra a intensidade com que o pobrezinho de Assis vivia e celebrava a noite de Natal, a partir da maravilhosa experiência que teve diante do presépio de Greccio.

Eis a saudação do papa em português: “Queridos irmãos e irmãs, a tradição natalícia mais bela, que é o presépio, foi criada por São Francisco de Assis, para recordar a todos como Deus Se revela nos ternos braços dum Menino. A sua condição de criança indica-nos como podemos encontrar Deus e gozar da sua presença. É à luz do Natal que melhor se compreendem estas palavras do Senhor: «Se não vos converterdes e não vos tornardes como as crianças, não entrareis no reino dos Céus». Amados peregrinos de língua portuguesa, a todos desejo um Santo Natal, portador das consolações e graças do Deus Menino, a quem vos encomendo ao dar-vos a minha Bênção“.