Achado em papéis velhos


Deus, amparo dos humildes, ouvi-me
Refúgio dos pecadores, socorrei-me
Da santa virtude revesti-me
Na hora da triste morte, valei-me
No paraíso com teus santos, reuni-me
Para a tenda de Abrãao, ascendei-me
Junto aos teus amigos me inclua
Não há mérito sem ajuda tua!