Epístola aos Romanos

“Epístola aos Romanos”


Inácio, Bispo de Antioquia (67 – 110 d.C.).

PARTE I – SAUDAÇÃO INICIAL

Inácio, também chamado Teóforo, à Igreja que recebeu misericórdia pela grandeza do Pai altíssimo e de Jesus Cristo Seu Filho único, Igreja amada e iluminada pela vontade d’Aquele que escolheu todos os seres, isto é, segundo a fé e a caridade de Jesus Cristo nosso Deus, ela que também preside na região da terra dos romanos, digna de Deus, digna de honra, digna de ser chamada bem-aventurada, digna de louvor, digna de êxito, digna de pureza, e que preside à caridade na observância da lei de Cristo e que leva o nome do Pai. Saúdo-a também em nome de Jesus Cristo, filho do Pai. Aos que aderem a todos os seus mandamentos segundo a carne e o espírito, inabalavelmente cumulados e confirmados pela graça de Deus, purificados de todo colorido estranho, desejo todo o bem e irrepreensível alegria em Cristo Jesus nosso Deus.

PARTE II – VER A COMUNIDADE E IR A DEUS

1. Pela oração, me foi concedida por Deus a graça de um dia contemplar vossos rostos dignos de Deus. Com insistência havia implorado tal favor. Preso em Cris­to Jesus, espero abraçar-vos, se for da vontade d’Ele, que eu mereça chegar ao termo. Deu certo o começo. Oxalá consiga a graça de receber sem impedimento minha herança. É que temo não venha prejudicar-me vossa caridade. Pois a vós é fácil realizar o que pretendeis, enquanto é difícil para mim encontrar-me com Deus, caso vós não me poupeis.

PARTE III – NÃO IMPEDIR O MARTÍRIO

2. Não quero que procureis agradar a homens, mas que agradeis a Deus, como de fato agradais. Nem eu terei jamais igual oportunidade de chegar a Deus, nem vós, caso calardes, jamais haveis de ligar vosso nome a obra melhor. Pois, se calardes a meu respeito, serei palavra de Deus; se porém amardes minha carne, não passarei de novo a ser senão uma voz. Não queirais favorecer-me, senão deixando imolar-me a Deus, enquanto há um altar preparado, para formardes pelo amor um coro em homenagem a Deus e cantardes ao Pai em Jesus Cristo, por que Deus se dignou conceder de o bispo da Síria encontrar-se no Ocidente vindo do Oriente. É maravilhoso o ocaso: vir do ocaso do mundo em direção a Deus, para levantar-me junto a Ele.

PARTE IV – SER CRISTÃO DE FATO

3. Jamais tivestes inveja de alguém, instruístes sim a outrem. É meu desejo que guardem sua força as lições que inculcais a vossos discípulos. Pedi em meu favor unicamente a força exterior e interior, a fim de não apenas falar, mas também querer, de não apenas dizer-me cristão, mas de me manifestar como tal. Pois, se me manifestar como tal também posso chamar-me assim e ser fiel, na hora em que já não for visível para o mundo. Nenhuma ostentação é boa, pois o nosso Deus, Jesus Cristo, aparece mais desde que está oculto no Pai. O cristianismo não é o resultado de persuasão, mas grandeza, justamente quando odiado pelo mundo.

PARTE V – “SOU TRIGO DE DEUS”

4. Escrevo a todas as Igrejas e insisto junto a todas que morro de boa vontade por Deus, se vós não mo impedirdes. Suplico-vos, não vos transformeis em benevolência inoportuna para mim. Deixai-me ser comida para as feras, pelas quais me é possível encontrar Deus. Sou trigo de Deus e sou moído pelos dentes das feras, para encontrar-me como pão puro de Cristo. Acariciai antes as feras, para que se tornem meu túmulo e não deixem sobrar nada de meu corpo, para que na minha morte não me torne peso para ninguém. Então de fato serei discípulo de Jesus Cristo, quando o mundo nem mais vir meu corpo. Implorai a Cristo em meu favor, para que por estes instrumentos me faça vítima de Deus. Não é como Pedro e Paulo, que vos ordeno. Eles eram após­tolos, eu um condenado; aqueles, livres, e eu até agora escravo. Mas, quando tiver padecido, tornar-me-ei alforriado de Jesus Cristo, e ressuscitarei n’Ele, livre. E agora, preso, aprendo a nada desejar.

5. Desde a Síria, venho combatendo com feras até Roma, por terra e por mar, de noite e de dia, preso a dez leopardos, isto é, a um destacamento de soldados, que se tornam piores quando se lhes faz o bem. Por seus maus tratos, porém, estou sendo mais instruído, mas nem por isso estou justificado. Oxalá goze destas feras que me estão preparadas; rezo que se encontrem bem dispostas para mim: hei de instigá-las, para que me devorem depressa, e não aconteça o que aconteceu com outros que, amedrontadas, me não toquem. Se elas por sua vez não quiserem de boa vontade, eu as forçarei. Perdoai-me: sei o que me convém; começo agora a ser discípulo. Coisa alguma visível e invisível me impeça que encontre a Jesus Cristo. Fogo e cruz, manadas de feras, quebraduras de ossos, esquartejamentos, trituração do corpo todo, os piores flagelos do diabo venham sobre mim, contanto que encontre a Jesus Cristo.

PARTE VI – IMITAR A PAIXÃO DE CRISTO

6. De nada me valerão os confins do mundo nem os remos deste século. Maravilhoso é para mim morrer por Jesus Cristo, mais do que reinar até aos confins da terra. A Ele é que procuro, que morreu por nós; quero Aquele que ressuscitou por nossa causa. Aguarda-me o meu nascimento. Perdoai-me, irmãos: não queirais impedir-me de viver, não queirais que eu morra; ao que quer ser de Deus não o presenteeis ao mundo nem o seduzais com a matéria. Permiti que receba luz pura: quando lá chegar serei homem. Permiti que seja imitador do sofrimento de meu Deus. Se alguém o possui dentro de si, há de saber o que quero e se compadecerá de mim, porque conhece o que me impulsiona.

7. O príncipe deste século quer arrebatar-me e perverter o pensamento voltado para Deus. Ninguém dos presentes queira auxiliá-lo. Passai antes para o meu lado, isto é, para o de Deus. Não tenhais a Jesus Cristo na boca, para irdes desejar o mundo. Não habite inveja em vosso meio. Nem que eu, em pessoa, vos imploras­se, não deveríeis obedecer-me: obedecei antes ao que vos escrevo, pois eu o faço como alguém que vive e anela morrer. Meu amor está crucificado e não há em mim fogo para amar a matéria; pelo contrário, água viva murmurando dentro de mim, falando-me ao interior: Vamos ao Pai! Não me agradam comida passageira, nem prazeres desta vida. Quero pão de Deus que é carne de Jesus Cristo, da descendência de Davi, e como bebida quero o sangue d’Ele, que é Amor in­corruptível.

PARTE VII – O AMOR CRUCIFICADO

8. Já não quero viver à maneira de homens. É o que no entanto acontecerá, caso me apoiardes. Apoiai, para também receberdes apoio. Eu vo-lo peço em poucas palavras: Crede-me, Jesus Cristo, por Sua vez, há de manifestar-vos que digo a verdade, pois é Ele a boca sem mentiras, pela qual o Pai falou a verdade. Rezai por mim, para que chegue até lá. Não vos escrevi segundo a carne, mas segundo o pensamento de Deus. Se sofrer, será por vossa benevolência; se for reprovado, será por causa do vosso ódio.

PARTE VIII – DESPEDIDA E RECOMENDAÇÕES

9. Lembrai-vos em vossa oração da Igreja na Síria, a qual, em meu lugar, tem Deus como pastor. Só Jesus Cristo será seu bispo e a vossa caridade. Eu por minha parte me envergonho de ser chamado um deles; pois não o mereço em nada, sendo o último dentre eles e um abortivo. Mas, por misericórdia, sou alguém, se chego até Deus. Saúda-vos o meu espírito e a caridade das Igrejas que me receberam em nome de Jesus Cristo e não como simples transeunte. Até mesmo aquelas Igrejas que não se encontravam em meu roteiro, segundo a carne, vieram de todas as cidades ao meu encontro.

10. Escrevo estas coisas a vós de Esmirna, por obséquio dos efésios dignos de serem bem-aventurados. Entre muitos outros, encontra-se comigo também Crocos, nome que me é querido. Quanto aos que me precederam da Síria a Roma para a glória de Deus, espero que com eles tenhais travado conhecimento: comunicai-lhes também que estou perto. Todos eles são dignos de Deus e de vós; conviria que os confortásseis em tudo. Esta minha carta data do nono dia das calendas de setembro. Passar bem, até o fim, à espera de Jesus Cristo.

49 pensamentos sobre “Epístola aos Romanos

  1. Pingback: SANTO INÁCIO DE ANTIOQUIA – EPÍSTOLA AOS ROMANOS « BLOG CARLOS LOPES שלום

  2. Olá a todos os crentes no verdadeiro Deus e único Pai do Senhor Jesus Cristo, que a Palavra de Deus possa ser viva e eficáz na vida de todos aqueles que lêem e guardam as palavras das Escrituras e a utilizam com sabedoria e prudência, não como os néscios que distorcem Suas palavras para criar motivos e doutrinas conforme os próprios disignios, desviando do verdadeiro evangelho revelado desde os tempos de Adão até os tempos de hoje, através do Espírito Santo.
    Não desejo que ninguém leve minhas palavras como decisão ou motivo para criar contendas, mas que vocês, assim como os bereanos, possam através das Escrituras das quais o próprio Deus usou como testemunho de Si analisar e conhecer a vontade de Deus.
    Como cristão sincero que busca escavar a vontade de Deus alerto-os sobre os perigos e desvios de condutas e doutrinas criadas por muitos cristãos do primeiro século, do qual não tinha o mesmo espírito dos discípulos e se corromperam com idéias e filosofias de tal tempo.
    Observai que o escritor coloca erroniamente alguns pontos, tal como que Pedro e Paulo eram livres e este condenado (4). Se o escritor intencionava literal suas palavras, se engana pois ambos, Pedro e Paulo, foram presos e condenados muito antes dele, se como simbolismo, a escravidão do qual a bíblia se refere é o pecado, sendo então, se não nascemos em Cristo, não podemos ser realmente livres. E nesta carta ele coloca a obediência a Cristo (apenas) como real e verdadeiro bispo (conforme a bíblia ensina)[9], porém, em suas outras cartas (como a epístola aos Tralianos entre outras) ele declara submissão aos homens como imagem de Deus, sendo que apenas Cristo é a imagem de Deus, não negando que Deus nos fez sua semelhança, mas em conformidade com o pecado que entrou no mundo, apenas em Cristo temos parte e reconcialiação com o Pai.
    Que nós, como corpo, possamos nos ater e conhecer a vontade de Deus e serví-lo com alegria, mas, não se esquecendo de Seus mandamentos, em amar o próximo e serví-lo, pois nossas obras testificam do Deus que servimos. Se nossas obras são más, servimos aquele que é homicida desde o princípio, mas se nossas obras são boas, mesmo não conhecendo plenamente a luz, Deus é o nosso Pai, e nos guiará a toda a verdade. Amém.

  3. e e por isso que nos católicos convictos que Deus nunca abandonou sua igreja e o que faz essa permanecer forte e durável santa e pecadora ate hoje viva entre nos o que o segundo papa da nossa igreja quis dizer em obedecer a ele como se obedece a Deus pois assim Deus lhe deu essa autoridade apostólica evangelho de joão cap 21 vs 22 es a sucessão de pedro
    ele prometeu que atraves do seu espirito que nunca permaneceríamos no erro evangelho de mateus cap 16 vs 13 ao 23
    o que não provem de Deus n ão dura 2000 mil anos atos dos apóstolos cap 5 vs 38 ao 40 quem não crê na igreja católica não crê na bíblia pois foi a santa e pecadora igreja que escreveu ficai na santa paz Deus e no amor da mãe do salvador

  4. Santa e pecadora não é sinônimo!
    Desculpe Samy, mas, o verso de João 21 não tem nada a ver com a igreja, menos o texto de Mateus. E cuidado com algumas afirmações, porque a adoração apóstata também existe a mais de 2000 anos e não provém de Deus.
    Crer na igreja romana não significa crer na Palavra de Deus, mas sim crer em Jesus, o Filho de Deus.
    “Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus” Mateus 22:29.
    “Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam” João 5:39
    Cuidado com as afirmações que não contém verdadeiras fontes na bíblia.
    E o sucessor (líder) de Jesus na igreja não foi Pedro e sim Tiago (Leia o concílio de Jerusalém em Atos 15).

  5. Felipe Moraes, você é desonesto ou lhe falta inteligência?

    Paulo não disse que não vivia mais, mas Cristo que vivia nele? Ele não disse que a Igreja era o corpo de Cristo e nós os membros desse corpo cuja cabeça era Cristo? Abra seu coração, deixe de ser desonesto e admita que Cristo está na Igreja e a guia iluminando o clero.

    Quando Inácio fala de Pedro e Paulo livres, ele quer dizer que é menor na hierarquia do que eles, ele está sendo humilde e se colocando em seu devido lugar, abaixo dos apóstolos, que recebiam revelações, que foram os comunicadores da doutrina. Ele quer dizer: “Não tenho poder de lhes ensinar algo novo, como Paulo e Pedro, colunas da igreja de roma, tinham, por receberem revelações divinas, por terem tido contato com o próprio Cristo. O que ensino é em conformidade com os ensinamentos deixados por eles, pois sou apenas um discípulo.”

    Sobre Tiago, líder da Igreja… leia novamente, a discussão termina com Pedro, Tiago precisa inclusive pedir a atenção de todos, isso porque o concílio havia sido realizado na diocese de Tiago!

    Homem e Deus também não são sinônimos nem por isso você desacredita que Jesus possuía as duas naturezas…

  6. Paz irmão.
    De fato, Paulo era homem de Deus e suas palavras ficaram registradas e nos ensinam muito. Os discípulos foram “colunas” da igreja de Cristo, pois, como você mesmo citou: “Já não sou eu quem vivo, Cristo vive em mim” (Gálatas 2:20). Porém, em nenhum texto das Escrituras subjulga a igreja romana como igreja de Deus ou seguidora de Cristo. Por favor, não interprete minhas palavras como aqueles homens néscio, que fora do Espírito de Deus se irão, mas como um servo do Senhor (sendo que me refiro a ti), pois, o Senhor mesmo disse: “Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor” (João 10:16). Então, saiba que Cristo, não criou uma religião ou uma igreja, mas, um povo, que através da fidelidade a Ele, seria sal e luz neste mundo. E o apostolo João, em revelação (no livro de Apocalipse), nos diz quais as características da igreja de Cristo: “E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo” (Apocalipse 12:17). Pois aí está, Satanás irá se irar contra esta igreja, e não é uma igreja física, mas como você mesmo colocou, nós, o corpo de Cristo. Infelizmente, alguns tem colocado um igreja específica, mas a bíblia não descreve isto, entretanto, descreve um povo. Isaías já havia falado deste povo: “Se o SENHOR dos Exércitos não nos tivesse deixado algum remanescente, já como Sodoma seríamos, e semelhantes a Gomorra” (Isaías 1:9). E o servo João novamente diz: “Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus” (Apocalipse 14:12).
    Agora, lembre-se que Jerusalém era o principal local de adoração e reunião dos discípulos, pois que Paulo poderia ter levado a discussão para qualquer lugar, entretanto, preferiram levar aos apóstolos e anciãos (Atos 15:2).
    Irmão, não crie palavras novas nas escrituras nem acrescente informações. Tiago não pediu silêncio, o povo havia se calado e ele tomou a palavra (Atos 15:13).
    Vou colocar as traduções para você analisar:
    Versão: Português: João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada
    “Depois que eles terminaram, falou Tiago, dizendo: Irmãos, atentai nas minhas palavras”

    Versão: Português: Nova Tradução na Linguagem de Hoje
    “Quando eles terminaram de falar, Tiago disse: – Meus irmãos, escutem!”

    Versão: Português: João Ferreira de Almeida Atualizada
    “Depois que se calaram, Tiago, tomando a palavra, disse: Irmãos, ouvi-me”

    Versão: Português: João Ferreira de Almeida Corrigida e Revisada, Fiel
    “E, havendo-se eles calado, tomou Tiago a palavra, dizendo: Homens irmãos, ouvi-me”

    Versão: Português: Nova Versão Internacional
    “Quando terminaram de falar, Tiago tomou a palavra e disse: Irmãos, ouçam-me”.

    Mas enfim, que o Deus de Israel, possa nos guiar a toda a verdade e não homens, pois assim está escrito: “Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR!” (Jeremias 17:5).
    Que nós possamos confiar em Deus e em Sua palavra acima de qualquer outra coisa ou pessoa. Amém.

  7. Cuidado com as leituras, não se esqueçam que ainda emos o discernimento do esírito, e não devemos esquecer que a palavra sem a igreja não é nada.

  8. Sim Anselmo, devemos ter cuidado com as leituras, e em algo você realmente tem plena razão, temos o discernimento do Espírito, por isto mesmo disse Jesus: “Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam” (João 5:39) e em outra parte “mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir” (João 16:13), entretanto, tenho que discordar de que a palavra sem a igreja não é nada, pois sendo Cristo a Palavra (o Verbo de Deus), Ele mesmo reunirá o seu povo (que é o verdadeiro significado de Igreja, do grego ecclesia), pois assim mesmo disse o nosso Senhor: “Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor” (João 10:16) e em outro lugar Ele diz quem é esta igreja (em verdade Seu povo): “E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo” (Apocalipse 12:17 e em Apocalipse 14:12), sendo que assim mesmo testificou a verdade dizendo: “Porque, qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão, e irmã e mãe” (Mateus 12:50) e João disse: “Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade” (1 João 2:4); “E aquele que guarda os seus mandamentos nele está, e ele nele. E nisto conhecemos que ele está em nós, pelo Espírito que nos tem dado” (1 João 3:24).
    Portanto, que escolhamos fazer parte do povo de Deus, de Sua igreja, não em um sentido físico (uma igreja ou denominação específica), mas daqueles que são filhos fiéis ao Senhor, sendo assim sal e luz deste mundo onde estamos.
    Que a paz esteja com todos.

  9. Paz e bem,
    Esta carta só vem,para fortalecer a minha fé,
    em N.S.Jesus Cristo,e como também a convicçao
    que a igreja,já nasceu catolica,e fundada pela ordem
    de Cristo;
    É simplesmente uma declaração de amor,e sou feliz por
    conviverem com os padres da matriz de S.B.Campo SP

  10. O Novo Testamento foi escrito por Católicos para os Católicos. Para ler e entender a Bíblia, é preciso antes ser Católico.
    Isso parece loucura, mas é a pura verdade, que só é compreendida com humildade e um pouquinho de estudo sobre a História do Cristianismo. Para entrar no Reino de Deus é preciso humildade.
    O Senhor é Sábio, deixou até mesmo nas escrituras pedras de tropeço para os orgulhosos.
    Aquele que é contra o Papa, é contra Pedro, é contra Jesus. Todo aquele que é contra a Igreja Católica, Igreja de Cristo, é contra Ele.
    Não é possível agradar alguém acariciando a sua cabeça e esbofeteando o seu corpo. Peça a Deus a virtude da humildade e conhecerás a verdade.

  11. Paz irmãos.
    Primeiramente Alceu, amém que sua fé esteja se fortalecendo. “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai” (Filipenses 4:8).
    Cuidado para não buscar apenas espinhos pensando que são rosas.
    Examinais as Escrituras.

    Agora Marcos, me perdoe a intromissão e correção.
    O novo testamento não foi escrito por católicos, sendo que se você realmente estudar o movimento católico, verá que este nome surgiu após o primeiro século, e em momento algum apareceu antes, até mesmo na bíblia não existe este termo.
    Outra coisa: “Para ler e entender a Bíblia, é preciso antes ser Católico”.
    Plenamente errado. Para ler e compreender as Escrituras é preciso buscar o Espírito Santo.
    “Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir” (João 16:13).
    Isso mostra o quanto você não deseja realmente conhecer as Escrituras, mas o dogmas denominacionais. Se você fosse protestante, de certo agiria errado da mesma maneira.
    E de fato, para entrar no Reino de Deus é necessário humildade, sinceridade, fidelidade e amor (acima de tudo).

    Perdoa-me corrigir que Deus não deixou pedras de tropeço nas escrituras pois assim mesmo ele diz: “E disse aos discípulos: É impossível que não venham escândalos, mas ai daquele por quem vierem! Melhor lhe fora que lhe pusessem ao pescoço uma mó de atafona, e fosse lançado ao mar, do que fazer tropeçar um destes pequenos” (Lucas 17:1-2).

    Veja que aquele que gera tropeço é filho de Satanás e não de Deus. Cuidado com as suas interpretações fora do contexto. Seja são.

    Agora em relação ao que você diz sobre Pedro, não se esqueça que o primeiro líder da igreja foi Tiago (leia atos 15 e 16), e não force interpretações sobre o texto.

    “Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou?
    E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.
    E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus.
    Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mateus 16:15-18)

    Pergunto: Qual é a pedra? Pedro? De fato não, pois, a pedra é Cristo, o Filho do Deus Vivo. Cuidado para não mudar o sentido do texto.

    Lembre-se também que nunca houve uma liderança absoluta na igreja, sempre todos pediam a orientação de Deus (Atos 1:23-26) e desta mesma maneira sempre foi desde o princípio, pois, quando o povo desejou um “rei” (de certa maneira também juiz) como o papa, o que Deus falou?

    “Porém esta palavra pareceu mal aos olhos de Samuel, quando disseram: Dá-nos um rei, para que nos julgue. E Samuel orou ao SENHOR. E disse o SENHOR a Samuel: Ouve a voz do povo em tudo quanto te dizem, pois não te têm rejeitado a ti, antes a mim me têm rejeitado, para eu não reinar sobre eles.
    Conforme a todas as obras que fizeram desde o dia em que os tirei do Egito até ao dia de hoje, a mim me deixaram, e a outros deuses serviram, assim também fazem a ti” (1 Samuel 8:6-8).

    Quem é o rei que julga e age em nome de Deus?

    “Não é possível agradar alguém acariciando a sua cabeça (Jesus) e esbofeteando o seu corpo (o povo de Deus de verdade). Peça a Deus a virtude da humildade e conhecerás a verdade”.

  12. Felipe,

    A pior mentira é aquela que está mais próxima da verdade.
    É como se tomássemos um copo d’água cristalina, mas nela contivesse apenas uma gota de veneno imperceptível.
    E com isso, muitos podem morrer.

    Os seus escritos parecem convincentes, há muita coisa bela e verdadeira, mas muitas interpretações estão próximas da verdade.

    Para facilitar o entendimento, irei fazer a seguir comentários breves, concisos, direto ao ponto.

  13. O termo “católica”, isto é, “universal” foi mencionado pela primeira vez pelo próprio Santo Inácio de Antioquia. O bom é que que podemos conferir neste site mesmo, em Erminenses, item 8.

  14. Santo Inácio foi o terceiro Bispo de Antioquia entre 70 e 107. O primeiro Bispo dessa cidade foi o apóstolo Pedro.

  15. Santo Inácio é um dos Padres Apostólicos, isto é, conheceram os Apostólos, escutaram os ensinamentos dos Apóstolos.

  16. Álém disso, já ouviou falar em sucessão apostólica?

    Se você escolher qualquer padre no mundo e verificar por quem Ele foi ordenado, e ir seguindo está sequência de ordenações, quem você encontrará em primeiro lugar da fila?
    Resposta: Jesus Cristo

    E se fizermos o mesmo para as seitas onde se auto-intitulam bispos?
    Na melhor (ou pior) das hipóteses, encontraremos Lutero.

    Pense nisso.

    • Em relação a sucessões apostólicas, leia Hebreus.
      O ministério de Jesus é intransferível.
      Como colocado em outro post, Deus não passou nada a Pedro, pois o “líder” da igreja primitiva era Tiago.

      • Quando falamos de sucessão apostólica, não estamos querendo dizer que JESUS perdeu a Autoridade.
        Como você bem colocou, o ministério de Jesus Cristo, continua sob a autoridade de Dele.
        Ele continua sendo e sempre será a Autoridade.

        Porém, como você sabe ele subiu aos céus, mas antes disso, deu também autoridade para os DOZE aqui na Terra para falarem em seu nome.
        E estes doze, deram autoridade aos seus sucessores. E assim por diante.

        Caso contrário meu amigo, provavelmente você nunca teria ouvido falar de JESUS.

      • Falar que Pedro, não era o líder é querer saber mais que aqueles que viveram próximo daquela época.

        Estude mais sobre as obras dos “Padres da Igreja”.

  17. Eu poderia aqui colocar diversos argumentos, mas pra que ir tão longe?
    Peço que leia apenas o item 8 da Carta de Santo Inácio aos Esmirnenses (já mencionada anteiormente).

    Mas por favor, tenha atenção, e antes ore a Deus e peça muita humildade para entender. Peça ao Espírito Santo para te iluminar.

  18. Para facilitar, segue abaixo a passagem da Carta mencionada:

    8. Sigam todos ao bispo, como Jesus Cristo ao Pai; sigam ao presbitério como aos apóstolos. Acatem os diáconos, como à lei de Deus. Ninguém faça sem o bispo coisa alguma que diga respeito à Igreja. Por legítima seja tida tão-somente a Eucaristia, feita sob a presidência do bispo ou por delegado seu. Onde quer que se apresente o bispo, ali também esteja a comunidade, assim como a presença de Cristo Jesus também nos assegura a presença da Igreja Católica. Sem o bispo, não é permitido nem batizar nem celebrar o ágape. Tudo, porém, o que ele aprovar será também agradável a Deus, para que tudo quanto se fizer seja seguro e legítimo.

      • Você sabia que existem mais 20 livros de Evangelhos escritos?

        E você sabe quem selecionou os livros para fazerem parte da Bíblia?

        Resposta: A Igreja Católica assistida pelo Espírito Santo

    • A semelhança entre o que você chama de seita e a igreja católica são notórias, pois tanto as seitas quanto a igreja, se não seguir a Deus estará andando segundo a carne.
      “Aquele que oferece o sacrifício de louvor me glorificará; e àquele que bem ordena o seu caminho eu mostrarei a salvação de Deus”. Salmos 50:23

  19. Já ouviu falar em Eucarístia?

    Infelizmente por causa das mentiras das seitas (que são muito próximas da verdade), muitos deixam de comer o corpo e o sangue de Jesus.

    • Veja só. A palavra Eucaristia não aparece na bíblia. Mas sim a ceia do Senhor. Grande parte das igrejas fazem a Ceia cumprindo a ordenança do Senhor Jesus Cristo:
      “E, tomando o pão, e havendo dado graças, partiu-o, e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isto em memória de mim” Lucas 22:19.

      • Releia a parte: “Isto É o meu Corpo”.

        Eucaristia pra nós É o corpo de Cristo, e não um pedaço de pão.

      • * Primeiro – ele ordenou isso aos seus apóstolos, e seus apóstolos confiaram essa missão aos seus sucessores, e assim por diante. Ou seja, não é qualquer um que pode fazer, essa missão é confiada aos sacerdotes.
        * Segundo – Por somente os sacerdotes podem cumprir? Por que no momento que o sacerdote fala “Isto é o meu corpo”, o pão se torna o Corpo de Cristo. Não é como se fosse, ele se torna o corpo. É o que chamamos de transubstanciação.
        Sei que talves seja muito para o entendimento das seitas, mas neste momento é o próprio Jesus que fala através do sacerdote.
        * Fazei isso em MEMÓRIA de mim, não significa relembrar somente, mas sim FAZER ACONTECER DE NOVO.
        Ou seja, este mistério se realiza novamente, o pão se tranforma no corpo de Cristo. E como Jesus não está “preso” ao tempo, este mistério não acontece diversas vezes, mas ele acontece uma única vez, ainda é o mesmo mistério da Santa Ceia que acontece.

  20. Olá Marcos,
    o problema é este. É dar créditos a concílios e não a bíblia.
    Lembre-se que a sede do Cristianismo era Jerusalém, isto está em Atos 15. Em momento algum a bíblia coloca o apostolo Pedro como Bispo de algum lugar, sendo que este no livro de atos é reconhecido como missionário e não bispo.
    E amém se Inácio conheceu os apóstolos. Isto não tem problema nenhum. A questão é alterar a verdade em mentira, correto. E desta maneira, qualquer um que não permaneça na videira pode fazê-lo. O rei Agripa, o imperador romano e vários outros conheceram Paulo, mas nem por isto, mudaram os caminhos. Até mesmo Pedro andava segundo a carne até a morte de Cristo, negando e ferindo o soldado.
    Veja, concílios e cartas não são problema algum. A questão é tornar as cartas e os concílios superiores as Escrituras que Jesus testificou, entende a diferença?
    Se a bíblia diz: “Anda pela direita” e os concílios dizem “ande pelas laterais”, há uma questão! Deus não fala pelos dois lados, apenas por um, entendeu a comparação?
    Se a bíblia diz: “faça assim” e o concílio e as cartas dizem: “faça assim”, amém. Pois foram homens inspirados por Deus que o disseram!

    Veja o que Paulo disse:
    “Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém” (Romanos 1:25).

    Veja a profecia:
    “E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues na sua mão, por um tempo, e tempos, e a metade de um tempo” (Daniel 7:25).

    Compreende minha preocupação.
    Assim, meu amado irmão em Cristo, façamos nossa escolha: Andar segundo os homens ou segundo a Deus, pois realmente quem não anda segundo a bíblia não faz a vontade de Deus mas dos homens, sendo assim, governados por homem, e maldito o que confia no homem, mas Deus é soberano sobre todos aqueles que vemos e não vemos. Maranata!

      • Por favor, não compare.

        A eucaristia das seitas é um pedaço de pão.
        A Verdadeira Eucaristia (na Igreja Católica), É o corpo de Cristo.

        Como já disse anteriormente, as mentiras das seitas afastam as pessoas do Corpo e Sangue de Cristo.

  21. “Sigam todos ao bispo”

    Aqui ele não está falando de grupos que se auto-intitulam bispos, está falando dos bispos sucessores de Jesus.

    As seitas não entendem isso porque não sabem o que é “Unidade”.

  22. Mt 10,5-7:
    “A estes doze enviou Jesus, e ordenou-lhes, dizendo: Não ireis aos gentios, nem entrareis em cidade de samaritanos; mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel; e indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos céus.”

    Mt 10,40:
    “Quem vos recebe, a mim me recebe; e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou.”

    • Desculpe Marcos, mas você está enganado em relação a esta história de sucessão.
      Lembre-se que Deus condena este contexto de uma pessoa sendo um representante (leia 1 Samuel).
      Agora, concordo com você neste princípio em relação a unidade. Mas se você perceber a igreja católica não é Unidade também, pois o movimento da reforma surgiu dentro da igreja, da mesma maneira a renovação carismática que foi uma reforma que dividiu muitos padres e bispos.
      A reforma é algo necessário, porém, creio que deve ser algo que não gere divisão, mas, no contexto bíblico, Deus tem um povo e não uma igreja (Apocalipse 12:17) o qual satanás se ira e é um povo que é fiel a palavra de Jesus a aos mandamentos de Deus.

      • Mt 10,5-7:
        “A estes doze enviou Jesus, e ordenou-lhes, dizendo: Não ireis aos gentios, nem entrareis em cidade de samaritanos; mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel; e indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos céus.”

        Isto para que se cumpra a profecia de que primeiramente o juízo começaria pelos judeus (Isaias 53).

        Mt 10,40:
        “Quem vos recebe, a mim me recebe; e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou.”

        Isto se estende a mim e a voce. Se você não recebe a palavra de Deus por mim, não o recebe e vice-versa,

      • As diferenças que existem na Igreja, são diferenças de carismas e não de fé.

        Estamos, e estaremos Sempre Unidos na mesma Fé.
        Já ouviu falar no “Credo”? Ele diz o que cremos

        “Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação; um só Senhor, UMA SÓ FÉ, um só batismo;” (Efésios 4,4-5)

        “UMA SÓ FÉ”
        Mas graças às seitas, atualmente existem diversas formas de Fé em Jesus Cristo.

        Se algum Católico, for contra à essa Unidade da Fé, essa pessoa está automaticamente excomungada, portanto, ela já não faz mais parte da Igreja. Não pode falar em nome da Igreja.
        É o que aconteceu com Lutero.

      • Em Mt 10,5-7, realmente é para se cumprir a profecia, mas coloquei não por causa disso, e sim:
        “A ESTES DOZE ENVIOU JESUS…”

        E a segunda parte:
        “QUEM VOZ RECEBE, A MIM ME RECEBE.”

        Se você estudar um pouco, verá que os DOZE formaram sucessores e os enviaram, e assim por diante.

        Dessa forma, quando não acolhemos a palavra de um Bispo Católico, não estamos acolhendo a palavra de Jesus.

        A responsabilidade do anúncio está com os Bispos.
        Nós fiéis leigos, temos a responsabilidade de ajudá-los nessa missão.
        Mas são eles os representantes da verdade de Cristo.

        Para entender isso, você precisa ter a humildade de aceitar a sucessão apostólica (já mencionada anteriormete).

  23. Olá Marcos,
    conheço o credo instituído pelo Imperador Constantino no Concílio de Nicéia.
    E você tem razão, o povo de Deus partilha da mesma fé, uma única fé.
    Se me permite, você sabe o que significa batismo? Pois, se existe apenas um batismo, qual é o batismo da bíblia?
    Você acha que a esperança da vocação é a igreja Romana? Me perdoe a correção, que se fôssemos compreender analisar a vocação religiosa seria a judaica e não a romana, você pode ver que João faz menção a isto em Apocalipse 2:9 e 3:9.
    Não me interprete mal, meu irmão, mas talvez, o que você chama de Seitas pode defender muito mais a verdade contida na escritura do que a Igreja Romana.
    Sou grato em saber que a igreja excomunga aqueles que defende a fé na bíblia, pois, como disse Lutero, os concílios se contradizem, pois dentro da história da igreja Romana existe muita confusão, você sabe disto. Quantos homens foram mortos por estudar a bíblia e defender a fé verdadeira, além das indulgências e entre outras práticas de torturas que aconteciam, onde os cabeças de tal ato eram os papas, que administravam “poder” religioso e civil.

    O povo de Deus está além das portas de Roma e de quatro paredes. Você sabe disto.

    “Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida” Apocalipse 2:10.

    Você diz sabiamente, Deus não quer divisão, mas Deus é um Deus de diversidade.

    Em relação aos doze, se você estudar um pouco, verá que em outra oportunidade Deus enviou setenta (Lucas 10:1).
    Se você estudar um pouco, verá que em outra oportunidade o próprio Mestre não condenou outros que falavam em Seu nome não sendo dos doze (Marcos 9:38-40).

    Irmão, não sejais ignorante a cerca das coisas celestiais, pois, Deus é quem capacita os homens, sendo que disse o meu Mestre: Ide! Da mesma maneira assim como Elias digo: Eis-me aqui! E assim como à Elias, o Senhor perdoa meus pecados e me faz um novo homem, não através de carne, mas através do Espírito, pois, assim como Pedro foi admoestado pelos fariseus, assim, tu o fazes, porém, antes lhe digo: “Mais importa obedecer a Deus do que aos homens” (Atos 5:29).

    Porém, sendo tu sábio conhecedor da verdade, lhe pergunto: Deus muda? Tem alguém autoridade para mudar as palavras de Deus?

    Paz

    • O Senhor realmente não condenou que os 70 falassem em seu nome, pois eles estavam em comunhão com os 12, sob a autoridade deles. Mas isso seria muito diferente se eles tivessem contra os 12, falando algo diferente, seriam chamados de hereges, e a este grupo seria dado o nome de seita.

      “É totalmente inconciliável com a intenção de Cristo uma propaganda que estava na moda há alguns anos: “Jesus sim, Igreja não”. A escolha deste Jesus individualista é um Jesus fruto da fantasia. Não podemos ter Jesus sem a realidade que Ele criou e na qual se comunica. Entre o Filho de Deus feito homem e a sua Igreja existe uma profunda, inseparável e misteriosa continuidade, em virtude da qual Cristo está presente hoje no seu povo. Ele é sempre nosso contemporâneo, é sempre contemporâneo na Igreja construída sobre o fundamento dos Apóstolos, está vivo na sucessão dos Apóstolos. E esta sua presença na comunidade, na qual Ele mesmo se oferece sempre a nós, é o motivo da nossa alegria. Sim,Cristo está conosco, o Reino de Deus vem.” (Papa Bento XVI)”

    • Sua visão está bem distorcida com relação à Igreja.

      Primeiramente, os Concílios não se contradizem. Segundo, se há algum erro na Igreja, tata-se de erros dos filhos da Igreja de forma individual, e portanto nestes casos não estão em comunhão com ela. Terceiro, Lutero não é referência pra nada, ele era um pobre coitado, mal-amado pelo seu pai, que via o “Inimigo” em TUDO que dava de errado na sua vida. Foi para um mosteiro para fugir da morte, portanto, sem vocação para o sacerdócio. E cheio de orgulho, desobediente, iniciou um protesto contra a Igreja. E te digo mais, caso ele não tenha se arrependido (o que acho improvável) nesse momento deve estar ardendo.

      Quando a obedecemos, estamos obedecendo a Deus, pois foi dado à ela o dever de nos orientar com relação à vontade de Deus. A Igreja não nos pede pra fazer nada que não seja da vontade de Deus.
      Nada impede, é claro, que Deus fale diretamente conosco.
      Mas não ache você que sozinho terá um maior conhecimento da vontade de Deus para nós, do que a Igreja Unida.

      Ok, fico por aqui com Deus, mas unido à Igreja de Cristo.
      Que Deus te abençoe e te guarde e te conduza à vida eterna.

  24. Paz irmão Marcos,
    realmente, os 70 estavam em comunhão com os 12 e com Cristo, mas, e o outro caso que eu citei?
    Além disso, Apolo, que pregava na igreja de Corinto não havia sido enviado pelos 12 não os conhecia como apresenta Paulo.
    De fato, os que pregam o evangelho não podem ser excluídos como você ensina (excomungar).
    Me perdoe a correção, mas, seita é todo grupo que está em ordem de filosofia diferente do pensamento de outro grupo, ou seja, para o protestante, o catolicismo é seita e vice-versa.
    Você pode notar a compreensão correta da palavra seita dentro da propria bíblia, onde o cristianismo foi chamado de seita (Atos 9:2; 24:5,14).
    Cuidado irmão Marcos, para não modificar minhas palavras. Não sou contra a igreja, na verdade contra igreja nenhuma, porém, defendo a bíblia e digo que todos aqueles que professam a fé no Deus de Israel devem ser fiéis a Ele e não a homens, concílios ou tradições humanas, tendo assim, a fé de que todas as igrejas devem buscar um reavivamento e reforma, vivendo de acordo com a bíblia e não com os dogmas.
    E me perdoe a correção, a palavra sucessão apostólica não existe nas Escrituras, sendo que João, o último discípulo a morrer nunca fizera menção disto, muito menos os outros, sabendo que por tradição, Pedro não foi um dos últimos a serem martirizados.
    Concordo com as palavras de Bento XVI, ” Não podemos ter Jesus sem a realidade que Ele criou e na qual se comunica”, qual é esta? A Bíblia.
    Agora em relação aos concílios, peço irmão Marcos que você me responda com a sua sabedoria: As indulgências são bíblicas? O culta a imagens é bíblico? O culto aos mortos é bíblico?
    Peço-lhe humildimente que me responda isto, após então, posso falar sobre os concílios.
    Se me permite a referencia a Martinho, de fato, não é homem referencial para ninguém, sendo a única referência o próprio Cristo, mas, segundo os escritos romanos, a igreja Católica concordou com muitos escritos de Lutero.
    Agora em relação a estar ardendo, me perdoe, mas você está dizendo que a gente morre e vai para o céu ou para o inferno? No mesmo momento após a morte?
    Estou aguardando as outras respostas:
    Deus muda? Alguém pode mudar as palavras de Deus?
    Paz

    • Felipe Moraes,

      Quando Bento XVI fala da realidade que Jesus “criou e na qual se comunica”, Ele está falando da Igreja, e não da Bíblia. É sabido que o Espírito Santo desceu sobre os Apóstolos e seus sucessores, e estes, inspirados, redigiram as Escrituras. Jesus não criou a Bíblia, no sentido exato da expressão. Não negamos que Ele se comunique pela Palavra, mas, para que Ele fale através desta, interessa saber que Ele fala primeiro pela Igreja, pelos Apóstolos e por seus sucessores – os bispos.

      Graça e paz.
      Salve Maria Santíssima!

  25. Paz irmão Everth, compreendo o que você falou, mas, as Escrituras ensinam exatamente o contrário:
    “E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração”. Jeremias 29:13
    Deus se revela, se necessário, sem mediação humana.

    “Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”. João 4:23-24
    Este é o povo que Deus voltará para buscar.

    Veja, não negligencio a importância da igreja, porém, as Escrituras ensinam que devemos buscar a Cristo, a orientação do Senhor. Mesmo dentro da igreja podemos ouvir heresias, pois assim disse o profeta: “Å lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles”. Isaías 8:20
    E em outra parte: “Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade” Mateus 7:23

    Sendo, pois, que Jesus não veio estabelecer uma igreja física, mas uma igreja espiritual, e assim mesmo lhe digo: “Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor” João 10:16.

    Porém, meu amigo, lembre-se que do mandamento: “Não terás outros deuses diante de mim” Êxodo 20:3
    E o que Pedro diz: “Mais importa obedecer a Deus do que aos homens”. Atos 5:29

    Mas, me responda: Deus muda? Pode a igreja mudar a palavra de Deus?

  26. Os protestantes se esquecem que Jesus disse: “estou convosco TODOS os dias, até o fim”.

    Ora, ainda vamos discutir grego? Kepha?
    A igreja nasceu, no mínimo, uns 150 anos antes da bíblia como a conhecemos.

    Para terminar, algumas mensagem de Lutero para reflexão protestante:

    “Que mal pode causar se um homem diz uma boa e grossa mentira por uma causa meritória e para o bem da Igreja (luterana).” (Grisar, Hartmann, S.J., Martin Luther, His life & work, The Newman Press, 1960- pág 522).
    “Contudo, o perdão distribuído pelo papa não deve ser desprezado, pois – como disse – é uma declaração da remissão divina” (tese nº 38).

    “São inimigos de Cristo e do Papa aqueles que, por causa da pregação de indulgências, fazem calar por inteiro a palavra de Deus nas demais igrejas.” (Lutero tese nº 53)

    “Ser Mãe de Deus é uma prerrogativa tão alta, coisa tão imensa, que supera todo e qualquer intelecto” (Comentário ao Magnificat, conforme escritora evangélica M. Basilea Schlink, revista “Jesus vive e é o Senhor”).
    “Finalmente, no meu tempo, foram expulsos de Ratisbona, Magdeburgo e de muitos outros lugares… Um judeu, um coração judaico, são tão duros como a madeira, a pedra, o ferro, como o próprio diabo. Em suma, são filhos do demônio, condenados às chamas do Inferno. Os judeus são pequenos demônios destinados ao inferno.” (‘Luther’s Works,’ Pelikan, Vol. XX, pp. 2230).

    ”Queime suas sinagogas. Negue a eles o que disse anteriormente. Force-os a trabalhar e trate-os com toda sorte de severidade … são inúteis, devemos tratá-los como cachorros loucos, para não sermos parceiros em suas blasfêmias e vícios, e para que não recebamos a ira de Deus sobre nós. Eu estou fazendo a minha parte.” (‘About the Jews and Their Lies,’ citado em O’Hare, in ‘The Facts About Luther, TAN Books, 1987, p. 290).
    “Com tamanha dor e trabalho eu devo justificar a minha consciência de que eu sozinho devo acusar o Papa de anticristo e aos bispos de seus apóstolos. Quantas vezes meu coração não me abordou e me puniu com este forte argumento: ‘Isto é correto? Poderiam todos estarem errados e terem errado por todos os séculos? O que há de acontecer se tu errares e liderar uma multidão à condenação eterna?’” (De Wette, 2. 107, citado em O’Hare, p. 195)

    “Se o mundo durar mais tempo, será necessário receber de novo os decretos dos concílios a fim de conservar a unidade da fé contra as diversas interpretações da Escritura que por aí correm.” (Carta de Lutero à Zwinglio In Bougard, Le Christianisme et les temps presents, tomo IV (7), p. 289).

    “Destas palavras não se pode concluir que, após o parto, Maria tenha tido consórcio conjugal. Não se deve crer nem dizer isto.” (Obras de Lutero, edição Weimar, tomo 11, pg. 323).

    “A delicada mãe de Cristo sabe ensinar melhor do que ninguém – pelo exemplo de sua prática – como devemos conhecer, louvar e amar a Deus”… (introdução ao Magnificat, ano 1522).

    “Esta única palavra ‘mãe de Deus’ contém toda a sua honra. Ninguém pode dizer algo de maior dela ou exaltá-la, dirigindo-se a ela, mesmo que tivesse tantas línguas quantas folhas crescem nas folhagens, quantas graminhas há na terra, quantas estrelas brilham no céu e quantos grãozinhos de areia existem no mar. Para entender o significado do que é ser mãe de Deus, é preciso avaliar e pesar esta palavra no coração”. (explicação de Lutero para o Magnificat). [Fonte: livro “Maria – Der Weg der Mutter des Herrn”, traduzido para o português por Irmã Arturis e publicado em Curitiba no ano de 1982].

    “Este não quer o batismo, aquele nega os sacramentos; há quem admita outro mundo entre este e o juízo final, quem ensina que Cristo não é Deus; uns dizem isto, outros aquilo, em breve serão tantas as seitas e tantas as religiões quantas são as cabeças” ( Luthers M. In. Weimar, XVIII, 547 ; De Wett III, 6l ).

    “Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mu¬lher da fonte, de que nos fala João. Não se murmurava em torno dele: “Que fez, então, com ela?” Depois com Mada¬lena, depois com a mulher adúltera, que ele absolveu tão le-vianamente. Assim Jesus Cristo, tão piedoso, também teve de copular, antes de morrer.” (Lutero, “Palestras à mesa”, nº 1472, volume II, pág. 107. Da edição de Weimar em seis volumes, 1912-1921. N.A.).

    “Se és um pregador da graça, então pregue uma graça verdadeira, e não uma falsa; se a graça existe, então deves cometer um pecado real, não fictício. Deus não salva falsos pecadores. Seja um pecador e peque fortemente, mas creia e se alegre em Cristo mais fortemente ainda…Se estamos aqui (neste mundo) devemos pecar… Pecado algum nos separará do Cordeiro, mesmo praticando fornicação e assassinatos milhares de vezes ao dia”. (American Edition, Luther’s Works, vol. 48, pp. 281-82, editado por H. Lehmann, Fortress, 1963. ‘The Wittenberg Project;’ ‘The Wartburg Segment’, translated by Erika Flores, de Dr. Martin Luther’s Saemmtliche Schriften, Carta a Melanchthon, 1 de agosto de 1521).

    “A carta de Tiago é uma carta de palha, pois não contém nada de evangélico”.(‘Preface to the New Testament,’ ed. Dillenberger, p. 19.)

    Referindo-se ao livro de apocalipse dizia: “Para mim tal livro não possui qualquer característica cristã. Que cada um julgue este livro; eu mesmo tenho aversão, e isto é o suficiente para rejeitá-lo.” (Sammtliche Werke, 63, pp.169-170,’The Facts About Luther,’O’Hare,TAN Books,1987, p. 203).

    Assim dizia Zwinglio de Lutero: “Mas como esse homem se deixa excessivamente levar pelos seus demônios! Como sua linguagem é suja e as suas palavras cheias com os diabos do inferno, ele agora declara que o diabo mora para sempre nos corpos dos zuinglianos… a sua língua é apenas uma língua mentirosa, movida ao bel-prazer de satã… já ouviram alguma vez um tal discurso, saído de um demônio em estado de furor? Ele escreveu todos os seus livros sob o impulso do diabo e sob a sua inspiração…” (Protestantisme, Livrarie Larousse, Paris 1976).

  27. Que a graça do Espirito Santo nos conduza a plena verdade em Jesus Cristo Por meio de sua amadíssima esposa: a igreja a qual ele se entregou e dela tem cuidado, formado-a e adornado-a pelos seculos, como cabeça do seu corpo afim de que permaneça nele na unidade.
    Que sejamos um para que o mundo creia
    Tenhamos uma só fé e um só batismo
    sigamos a cristo obediente ao pai até a morte e morte de cruz
    e estejamos com os ouvidos apurados e o coração livre para escutar e guardar os ensinamentos daqueles que o senhor confiou para estar a frente do seu rebanho (I pedro 2)”velai sobre o rebanho de Deus que vos foi confiado”
    somos sua igreja, povo escolhido,
    se olharmos para o cristo, a submissão aos seus enviados não nos será um fardo mas um motivo de jubilo de podermos nos assemelhar a ele em sua obediência á Deus Pai
    Ser um cristão Católico apostólico romano é um ato de grande fé
    é crer que o senhor nunca abandonou sua igreja desde de seu nascimento (pentecostes)
    é Crer que ele a conduziu e a formou sem deixar que ela se desvirtuasse da verdade
    é crer que ela é edificil espiritual fundada pelo próprio cristo onde ele mesmo é o fundamento
    Não tenhamos medo nem receio de confiarmos na igreja de Deus ela sempre nos conduz ao esposo
    O espirito que atuava em santo Inácio de antioquia é o mesmo espirito santo que atuava em jesus ao desejar a unidade
    A hierarquia, os bispos que são pastores do rebanho, Deus os colocou a nossa frente para nos defender do mal e nos guiar na verdade e não para nos dominar,(I pedro 2)
    Não temos o que temer.
    E fruto da graça e bondade de Deus
    tudo isso porque nós precisamos desse tipo de organização para nos santificarmos na humildade e confiança em Deus que nos fala por meio deles.
    “sede submissos” é o que o apostolo Pedro nos pede varias vezes em suas cartas e até mesmo à autoridades humanas quanto mais devemos submissão às autoridades divinas (I pedro 2, 13. 5,5)
    Se a autoridade é dada por Deus não temos o que temer pois de fato não estamos obedecendo a homens.
    não há o que temer
    é mais seguro crer na igreja
    ela está firme na rocha que é o cristo
    é preciso dar um salto na fé e assim experimentar do banquete celeste
    o corpo do senhor na eucaristia, A ceia do senhor.
    e toda a riqueza espiritual que ao longo dos seculos o senhor multiplicou no seio da igreja, sua sabedoria manifestada na vida dos seus santos

  28. Pingback: Quem é o Papa?

  29. Pingback: Quem é o Papa? | Formação - Servos da Pobreza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s